30 de setembro de 2016

Setembro Azul | 5 dicas de escrita para representar personagens surdos

Segunda-feira foi o Dia Nacional do Surdo e eu fiz um post com algumas recomendações de livros e discuti a representatividade de pessoas surdas na literatura, especialmente na fantasia. Mas hoje, 30 de setembro, é o Dia Mundial do Surdo, por isso a blogagem coletiva sobre o Setembro Azul ainda não acabou.

5 dicas de escrita para representar personagens surdos

Confira os posts dos demais participantes da Iniciativa BLU:

Como comentei no post de segunda, a representatividade de personagens surdos (ou com qualquer outro tipo de deficiência) é baixíssima na fantasia (como você viu, só consegui listar três livros, com exceção dos biográficos). Mas para você que é escritor e tem interesse em mudar isso, decidi reunir algumas dicas para conseguir uma boa representação, no mesmo modelo que fiz na postagem sobre o Setembro Amarelo.

29 de setembro de 2016

Resenha | Às vezes eu ouço minha voz em silêncio

Título: Às vezes eu ouço minha voz em silêncio
Autor: Priscilla Matsumoto
Ano de publicação: 2015
Editora: Independente
Número de páginas: 148
Sinopse: "Às vezes eu ouço minha voz em silêncio" reúne histórias que dialogam com o fantástico, protagonizadas por personagens femininas em busca da própria linguagem. Às voltas com o silêncio, a repressão e a obscuridade, essas mulheres encaram as consequências originadas pela descoberta da própria voz.

28 de setembro de 2016

Especial Contos de Taverna | Entrevista: Ariel Ayres

Hoje trago mais uma das entrevistas da série sobre Contos de Taverna. A vítima da vez é Ariel Ayres, que já tem três livros publicados, um conto na Trasgo e contribuiu para a antologia do Clube de Autores de Fantasia com o conto Herói.

27 de setembro de 2016

Resenha | Dama da Meia-Noite

Título: Dama da Meia-Noite (Os Artifícios das Trevas #1)
Autor: Cassandra Clare
Ano de publicação: 2016
Editora: Galera Record
Número de páginas: 574
Sinopse: Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.
O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.
Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.
Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade?
A magia e aventura das Crônicas dos Caçadores de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.

26 de setembro de 2016

Setembro Azul - Dia Nacional do Surdo | A representatividade na fantasia

Outro dia fiz uma postagem falando sobre o Setembro Amarelo da prevenção ao suicídio e acabei dando algumas dicas de escrita para autores que quisessem falar do assunto. Mas setembro também é o Setembro Azul, um mês que guarda datas que foram muito importantes para as conquistas dos surdos e da comunidade surda1 do mundo todo. Hoje, 26 de setembro, é o Dia Nacional do Surdo, e sexta, dia 30, é o Dia Internacional do Surdo.

Há também várias outras datas no mês de setembro relacionadas à surdez, como o dia 10, em que é comemorado o Dia das Línguas de Sinais, e o dia 21, que é o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência.


Os blogs que fazem parte da Iniciativa BLU decidiram fazer postagens sobre o assunto, o que significa que o SI&F vai participar da blogagem coletiva.

Confira os posts dos demais blogs:

24 de setembro de 2016

Resenha | A Casa de Vidro

Título: A Casa de Vidro (As Estações #1)
Autor: Anna Fagundes Martino
Ano de publicação: 2016
Editora: Dame Blanche
Número de páginas: 45
Sinopse: Flores não crescem do nada — ou crescem? Para Eleanor, era o mistério que não conseguia responder: qual era o truque daquele jardineiro contratado para cuidar da estufa em sua casa e que transformara o lugar em uma floresta imaginária. Sebastian, o tal estranho, parece um homem como qualquer outro — exceto pelas perguntas desconcertantes que faz, ou pelo fato de que as plantas obedecem seus comandos de maneira muito intrigante…

23 de setembro de 2016

Especial Contos de Taverna | Entrevista: Renan Santos

Continuando com a série de entrevistas com os autores de Contos de Taverna, hoje trago a entrevista com Renan Santos, presente na antologia com o conto A Canção das Sereias.


Sonhos, Imaginação & Fantasia: Em primeiro lugar, deixe que os leitores te conheçam: fale um pouco sobre você.
Renan Santos: Olá, pessoal! O que falar de mim? Bem, sou bacharel e mestre em Matemática pela Universidade Federal do Ceará e atualmente estou no segundo ano do doutorado no Instituto de Matemática Pura e Aplicada. Sou viciado em jogos on-line, curto uns animes e umas séries e adoro música. Sou uma das poucas pessoas que assistiu Battlestar Galactica, que considero a melhor sci fic de todas, e também gostei do final de Lost (me julguem). No campo das letras, já publiquei alguns textos em coletâneas ou no meu blog. Também sou o (ir)responsável pelas mídias sociais do Clube de Autores de Fantasia.

22 de setembro de 2016

O SI&F agora tem newsletter!

Eu gosto bastante de seguir newsletters (como você deve ter percebido quando escrevi este post). É uma forma diferente de interagir com o blogueiro, em que você descobre coisas novas, fica a par de notícias e tem acesso a posts legais (não necessariamente produzidos pelo dono da newsletter) que de outro modo não chegariam até você.


Este é um dos meus intuitos com a newsletter do SI&F. Será mais ou menos no mesmo modelo do Resumo do Mês de agosto, em que separei links úteis para blogueiros, leitores e escritores e fiz um resumo das minhas leituras e do que publiquei no SI&F ao longo do mês. Mas, além disso, terá um texto exclusivo (provavelmente sobre ideias e dicas de escrita, pelo menos nas primeiras edições) para os assinantes e uma recomendação de leitura. Não necessariamente será uma leitura que fiz no mês que antecede a newsletter: pode ser que eu decida recomendar um livro que li anos atrás, mas do qual gostei bastante e gostaria de compartilhar com os assinantes.

A newsletter será mensal (pelo menos por enquanto) e a primeira edição sai dia 1º de outubro. Não é certeza ainda, mas talvez eu dê de presente um conto gratuito e exclusivo para os assinantes. O tema do texto exclusivo será sobre como o nome de um personagem pode gerar conflito em uma história, e quanto ao livro que vou recomendar, é uma surpresa! Enquanto você tenta adivinhar qual vai ser, pode assinar a newsletter (e chamar seus amigos para assinar também!):

Inscreva-se na newsletter!

* indicates required


21 de setembro de 2016

Escritor parceiro: Fabio Baptista

O Sonhos, Imaginação & Fantasia ganha hoje mais um autor parceiro: Fabio Baptista. Abaixo, você pode saber mais sobre ele e seu livro, A Redenção do Anjo Caído.

O autor nasceu e cresceu (bom... crescer é modo de falar, porque parou nos 1,67) em São Paulo, cidade que odeia nos dias úteis por causa do trânsito e nos fins de semana por causa da ciclo-faixa, mas de onde, num tipo de síndrome de Estocolmo Edipiana, sente saudade já no segundo dia das férias. Estudou para ser desenhista, tentou ser roteirista, acabou virando Analista de Sistemas (e tem consciência de que isso não faz o menor sentido).

Começou a escrever meio que por acaso e acabou pegando gosto pela coisa (na verdade, foi uma maneira que encontrou para economizar com terapia). Participou de algumas antologias, foi finalista do Prêmio SESC 2012, categoria contos, e finalista do Prêmio SESC 2016, com o romance "A Redenção do Anjo Caído".

Detesta falar sobre si mesmo (principalmente em terceira pessoa) e procura escrever coisas que despertem emoções, lágrimas e sorrisos, prezando sempre pela qualidade literária.

Vem falhando miseravelmente até aqui, mas continua tentando.

***

20 de setembro de 2016

Resenha | Fantasias Urbanas

Título: Fantasias Urbanas
Autor: Eric Novello (organizador), Antônio Luiz M. C. Costa, José Roberto Vieira, Tiago Toy, Carlos Orsi, Douglas MCT, Rafael Lima, Ana Cristina Rodrigues, Erick Santos Cardoso, Rober Pinheiro
Ano de publicação: 2012
Editora: Draco
Número de páginas: 220
Sinopse: O gênero fantasia vive um excelente momento no Brasil e no mundo, marcando presença nas listas de best-sellers, conquistando espaço na prateleira dos leitores e até despertando certa devoção. Sofrendo influência de gêneros que vão do policial ao terror, a fantasia é um território onde não há limites para a imaginação.Parte integrante desse sucesso, as cidades onde se passam as histórias acabam ficando tão conhecidas quanto os personagens que as habitam, entrando para o imaginário de seus leitores como verdadeiras referências.Fantasias Urbanas é uma visita guiada pelo organizador Eric Novello a mundos fantásticos muito diferentes entre si, mas todos com um ponto em comum: a união entre entretenimento e qualidade. Nove autores irão levá-lo por esse passeio: Ana Cristina Rodrigues, Antonio Luiz M. C. Costa, Carlos Orsi, Douglas MCT, Erick Santos Cardoso, José Roberto Vieira, Rafael Lima, Rober Pinheiro e Tiago Toy. Os destinos incluem encontros com reis, castelos e magia; visitas a necromantes vindos de Atlântida; julgamentos em sociedades movidas a vapor; fugas no meio de tiroteios, metamorfos e leões gigantes; paradas para descansar em uma cidade prisão com um homem-morcego e seu rei-máquina; tensões entre um casal em crise no meio de um apocalipse zumbi; descobertas de um mundo tomado por deuses, múmias e vampiros; e rituais sombrios de revirar as entranhas, tudo isso para para proporcionar uma excelente viagem.

19 de setembro de 2016

Não-heroína no Pacotão Literário!

É exatamente isso que você leu: Não-heroína, um conto meu, está disponível na terceira edição do Pacotão Literário! Durante quinze dias, você poderá adquiri-lo (exclusivamente) pelo site do Pacotão e aproveitar a leitura em seu tablet, smartphone ou e-reader.


A terceira edição do Pacotão Literário tem como temas o #timefantasia e o #timedistopia — mas se você é do tipo indeciso, não se preocupe, porque pode levar os dois para casa, além de vários outros bônus. Saiba mais:

Sobre o conto

Adicione à sua estante no Goodreads | Leia a amostra no Wattpad

Sinopse

Mysanna é a pessoa mais poderosa do universo conhecido. Tendo adquirido seus poderes em um projeto ambicioso do governo, por anos serviu ao rei como uma ferramenta e ao povo como uma figura de esperança, capaz de afastar as ameaças de guerra dos elfos ou os perigosos leões demoníacos das montanhas, ou simplesmente livrá-los da preocupação dos ladrões que se esgueiram pelos telhados à noite. Mas a desesperança e a tirania ainda reinam e, muitas vezes, mesmo os heróis precisam ser salvos.

16 de setembro de 2016

Especial Contos de Taverna | Entrevista: Mogg Mester

Hoje tem entrevista no SI&F! A vítima da vez é Mogg Mester, autor parceiro do blog que está presente na antologia Contos de Taverna, do Clube de Autores de Fantasia, com o conto Osbarg. Abaixo, ele fala um pouco sobre si, seu processo de escrita, seu conto na antologia e muito mais.


Confira:

Sonhos, Imaginação & Fantasia: Em primeiro lugar, deixe que os leitores te conheçam: fale um pouco sobre você.
Mogg Mester: Antes de tudo sou uma pessoa. Um sonhador incorrigível que perdeu a fé na humanidade. Com um background como esse, me formei em Medicina Veterinária em 2006 e em Psicologia em 2015. Tenho Pós-graduação em Inspeção de produtos de origem animal e estou me Pós-graduando em Psicossomática calcada na teoria Junguiana. Trabalho com Vigilância de Zoonoses na Prefeitura de Camaçari, como veterinário, e com atendimento a pacientes no Ambulatório de Doenças Neuromusculares, como Psicólogo egresso, na EBMSP, em Salvador, Bahia. Além disso sou um aventureiro em outras áreas: sei um pouco (bem pouquinho) de desenho, aprendia algo sobre taxidermia (empalhar animais) e sou joalheiro. Hoje me aventuro um pouco na modelagem em cera de joias. Não podia faltar a escrita, mais uma de minhas personas e aquela que, junto com a da Psicologia, mais gosto.

15 de setembro de 2016

Escritora parceira: Cátia Figo

Hoje é dia de apresentar mais uma escritora parceira: Cátia Figo. Abaixo vocês podem saber um pouco sobre ela, assim como sua trilogia, cujo primeiro volume, Dama-da-Noite, foi publicado recentemente.


Cátia Figo (C.F.C. Figo), nascida em 1990 na Figueira da Foz, é mestre em Psicologia Clínica. Desde criança se recorda de ter uma atração especial pela escrita, entre outras variadíssimas atividades artísticas, como o desenho e a pintura. Criar era e continua a ser uma premissa para o seu bem-estar. Durante a infância e adolescência dedicou-se intensamente à escrita. Uns textos aqui e ali nada eram mais que pétalas de toda uma flor ainda por desabrochar. E eis que se deu o clique. Muitas histórias ficaram por acabar, de outras reaproveitou enredos secundários, mas as personagens… Ah, as personagens permaneceram! São parte de si. Se nalgumas espelha traços da sua personalidade, noutras revê conhecidos, amigos e familiares seus. Ficaram cerca de uma década à espera deste momento de bravura. Entre releituras, ajustes, cortes e acrescentos, eis a sua primeira obra completa, Dama-da-noite.

***


Conheça seu livro, Dama-da-Noite, que é o primeiro volume de uma trilogia:

14 de setembro de 2016

15 livros nacionais que têm capas muito bonitas

A semana da pátria já acabou, mas setembro continua sendo o mês dos nacionais (inclusive, muitos livros de autores independentes estão por apenas R$,199 na Amazon, incluindo Trópicos Fantásticos), então eu não perderia mais uma oportunidade de indicar livros, certo?

Hoje eu decidi mostrar para vocês as capas mais bonitas da minha estante, entre livros físicos e e-books (e, ao final do post, listei 5 livros que estão entre os meus desejados e também têm capas bem bonitas).

Então, sem mais demora, vamos à lista.

(PS: não me responsabilizo por casos de falência; prossiga com a leitura por sua conta e risco).

Estante física

Existem dois tipos de capas de que eu gosto: as minimalistas e aquelas com uma pintura digital bem bonita e detalhada (que são bem comuns em livros de fantasia). Vários dos livros que eu tenho na minha estante se enquadram nesses dois requisitos, como os quatro abaixo:

12 de setembro de 2016

Resenha | Sentinela

Título: Sentinela (Crônicas de Táiran #1)
Autor: Thais Lopes
Ano de publicação: 2015
Editora: Senhor da Lenda
Número de páginas: 299
Sinopse: Desde sua criação, ninguém atravessara os portões do Reino C'erit. Ninguém sabia o que acontecia por trás deles, ou qual havia sido o destino das pessoas que, tempos atrás, haviam se isolado ali para construir um novo lar. Por isto, até mesmo os Guardiões se surpreendem com a chegada de uma mensagem.
Quando a Arqui-Guardiã Aíla é enviada em resposta ao chamado, ela não faz ideia do que vai encontrar. Mas nem mesmo uma vida inteira na cidade-fortaleza dos Guardiões poderia prepará-la para o que precisará enfrentar: traição, uma nova ameaça à Ordem, e um homem capaz de abalá-la.

10 de setembro de 2016

Precisamos falar sobre suicídio: como abordá-lo em seu livro

Setembro Amarelo é o mês da campanha de prevenção ao suicídio, mas hoje, dia 10, é o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio — e, por isso, o dia escolhido para a blogagem coletiva dos Blogueiros Literários Unidos.

No Brasil, a cada dia, 25 pessoas tiram a própria vida1. E, de acordo com a OMS, 90% dos suicídios poderiam ter sido prevenidos. E uma das maneiras de prevenir o suicídio é educar e esclarecer, por isso, é necessário deixar os tabus de lado e falar sobre o assunto.

E, se você é escritor, pode até ser que tenha interesse em explorar isso em suas histórias. Por isso, pesquisei e reuni algumas dicas que podem ser importantes para ajudá-lo a abordar o assunto de forma verossímil e responsável.


Antes de irmos às dicas, porém, eu gostaria de frisar que este post é voltado a escritores que desejam abordar o suicídio em seus livros. Ele DE FORMA ALGUMA substitui tratamento médico ou psiquiátrico, portanto, se você está passando pelo problema ou conhece alguém que passa, procure ajuda profissional. O CVV – Centro de Valorização da Vida permite que você procure ajuda de forma anônima e gratuita, além de ter diversas informações a respeito do suicídio e sua prevenção.

Agora, às dicas para os escritores:

9 de setembro de 2016

6 e-books de autores independentes a partir de R$1,99!

Setembro é o mês de celebrar os autores independentes na Amazon, e por isso vários e-books estão com descontos — alguns deles estão por apenas R$1,99! Por isso, reuni alguns e-books em promoção para vocês. Juntem suas moedas! (Aliás, por menos que o preço de um lanche você pode levar todos eles).



Confira as promoções:

7 de setembro de 2016

Especial Semana da Pátria | 10 recomendações de livros nacionais

Hoje é dia 7 de setembro, o dia da Independência do Brasil — e que melhor forma de passar o feriado que não prestigiando a nossa literatura? É claro que o SI&F (e vários outros blogs) não perderia a oportunidade de divulgar e recomendar livros de autores brasileiros. Por isso, hoje temos a segunda parte do Especial Semana da Pátria, em que meu objetivo é recomendar livros.


Confira aqui o primeiro post do especial, em que falei sobreminha ida à Bienal do Livro.

No post de hoje, vou começar recomendando 10 livros nacionais que eu acredito que você deveria ao menos considerar colocar em sua lista de leituras. São livros que já foram resenhados aqui no SI&F (com exceção do último) e ganharam entre 4 e 5 estrelas. Não necessariamente estão em ordem de preferência, e para esta lista considerei apenas romances (novelas e contos estão guardados para outras listas).

6 de setembro de 2016

Conheça Contos de Taverna!

Hoje venho apresentar para vocês um projeto que está em financiamento coletivo no Catarse: a antologia Contos de Taverna, organizada pelo Clube de Autores de Fantasia. São dez contos de dez diferentes autores (alguns que talvez já sejam conhecidos de vocês, outros que vale a pena conhecer), todos de fantasia medieval — e você pode ajudar esse projeto a se tornar realidade!


5 de setembro de 2016

Especial Semana da Pátria | Fui à Bienal do Livro!

Neste sábado, compareci à Bienal do Livro de São Paulo. Obviamente, estava tão lotado que fica difícil acreditar naqueles posts de internet que dizem que brasileiro não lê — ainda assim, vi muita coisa, comprei muitos livros (não tantos quanto queria, obviamente) e me diverti muito.

(Vocês vão notar que tirei fotos só dos livros que comprei depois que cheguei em casa, porque obviamente eu esqueci de tirar fotos durante o evento, mesmo estando o tempo todo com o celular).