13 de outubro de 2016

Resenha | The Kiss of Deception

Título: The Kiss of Deception (Crônicas de Amor e Ódio #1)
Autor: Mary E. Pearson
Ano de publicação: 2016
Editora: Darkside
Número de páginas: 406
Sinopse: Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?
Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.
O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.

A princesa Arabella Celestine Idris Jezelia, ou apenas Lia, está prestes a se casar, o que vai selar uma aliança entre os reinos de Morrighan e Dalbrek. No entanto, esse casamento é a última coisa que ela deseja. O que Lia deseja é ser livre e se casar com alguém que realmente ame. Por isso, ela decide fugir com sua amiga, Pauline, e constrói (ou tenta construir) uma nova vida em Terravin.

Entretanto, já em sua primeira noite na taverna de Berdi, ela se depara com dois hóspedes que parecem diferentes dos demais e por quem se sente estranhamente atraída. Um deles é o príncipe com quem devia se casar, o outro é um assassino que Venda enviou para matar Lia e acabar com a aliança entre Morrighan e Dalbrek, já bastante frágil. E, embora a narrativa se alterne entre os pontos de vista dos três, nas primeiras páginas não fica claro, sob o ponto de vista de Lia, qual dos dois é o assassino e qual é o príncipe, embora eu já tivesse minhas suspeitas desde o início.

A narrativa é em primeira pessoa e, como já mencionei, se alterna entre Lia, Kaden e Rafe. Não é uma narrativa ruim e durante a maior parte do tempo foi eficiente em me manter imersa na história. No entanto, gostaria de ter sentido mais a voz dos diferentes personagens. As três narrativas não são exatamente iguais, então não dá para esquecer quem está narrando cada capítulo; ainda assim, dar uma voz mais forte aos personagens talvez os tivesse tornado mais interessantes, mais críveis.

Lia é uma boa personagem, mas a caracterização dos outros dois me incomodou um pouco. Senti que as motivações deles poderiam ter sido melhor exploradas, o que até teria tornado algumas das atitudes que eles tomaram mais coerentes. Além disso, achei um tanto forçada a conexão que Lia sente por eles logo na primeira vez em que os vê. Uma coisa é reparar em clientes que são um pouco diferentes do que aqueles que costumam visitar a taverna, outra coisa é ela se sentir atraída por eles só porque são personagens que se mostram importantes mais para a frente.

Além disso, os relacionamentos entre Lia e os demais personagens — não só Kaden e Rafe, como também Pauline, outra que merecia uma caracterização melhor — poderiam ter sido melhor explorados. A autora passa boa parte do livro mostrando o dia-a-dia de Lia em Terravin, e embora o livro não tenha chegado a cair na monotonia, ela poderia ter aproveitado essas páginas para mostrar como aos poucos Lia vai se encaixando na rotina e se aproximando dos personagens, ou como sente falta dos irmãos, apesar de ter encontrado a vida que queria.

Outra coisa que poderia ter sido melhor explorada são os mistérios ao redor do dom que Lia deveria ter, de uma estranha voz que fica alertando-a do perigo (e não parece ser o tal do dom, que segundo o que Lia sabe se manifesta em visões), e um livro que roubou antes de fugir, cujo conteúdo (que ela tenta decifrar aos poucos) não parece ser algo que seu proprietário gostaria que as pessoas soubessem. Foram esses os mistérios que me mantiveram presa ao livro ao longo dessas páginas, mas eles mereciam um pouco mais de atenção.

O worldbuilding não foge muito do medieval que estamos acostumados a ver em outros livros, mas é até interessante, sendo que a autora explora uma lenda (que parece ter grande importância para a trilogia) e um festival tradicional de Morrighan. No entanto, assim como os personagens e a trama, poderia ter sido melhor explorado ao longo do livro.

No último quarto da história, porém, as coisas começam a ficar realmente interessantes, e à medida que esses mistérios parecem ganhar respostas, novas perguntas surgem, o que (junto com o final, que deixou um belo gancho) me convenceu a continuar a leitura da série.

Alguns erros de digitação escaparam à revisão, mas não foi nada tão grave. Em resumo, The Kiss of Decepcion é um livro que tem seus defeitos, apesar de eu ter me divertido durante a leitura.

Avaliação:

Trama: 3
Narrativa: 3
Personagens: 3
Caracterização: 3
Coerência: 4
Criatividade: 3
Revisão: 4



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...