6 de agosto de 2016

Projeto | Um conto por dia

Eu acabei de idealizar um novo projeto, e convido todos os leitores a participarem: ele consiste em ler um conto por dia. Confiram abaixo como vai funcionar:

Usarei este banner para divulgar o projeto e meu progresso; sintam-se à vontade para usá-lo também ou criar o seu próprio.

O projeto

Ao lançar o projeto, eu tenho vários propósitos. O primeiro deles é, claro, me divertir. Afinal, contos podem ser leituras tão interessantes quanto romances. Outro intuito é diminuir a fila de leituras do Kindle. Já devo ter comentado em várias resenhas e posts que adquiri um ou outro livro em uma promoção gratuita na Amazon. E é comum que todos os dias tenha pelo menos um e-book gratuito. Baixei o aplicativo em 2014, e desde aquela época juntei 1280 e-books entre contos, novelas e romances (e a maioria são de contos), só entre as promoções gratuitas (imaginem qual seria a minha situação se eu tivesse cartão de crédito e pudesse baixar os e-books pagos). Isso sem contar os e-books que adquiri no Pacotão Literário (veja aqui o meu feedback) e as revistas literárias como Trasgo e Pulp Fiction.

Mas, ao compartilhar o projeto com vocês, minha principal ideia é incentivar a leitura de contos, pois os contos parecem ser muito desvalorizados aqui no Brasil, e parece existir a ideia (nem sempre correta) de que romances são melhores. Então gostaria de incentivá-los a ler, divulgar e, se possível, avaliar ou resenhar essas leituras.

Como ler um conto

Para quem está sem dinheiro no momento, não há desculpas para não começar hoje mesmo. Como já mencionei acima, todo dia tem pelo menos uns 2 ou 3 e-books gratuitos na Amazon (o blog Da Imaginação à Escrita sempre divulga os e-books gratuitos do dia), e boa parte deles são contos ou antologias de contos. Além disso, redes sociais como Wattpad e Widbook oferecem milhares de contos para leitura (conheça os meus aqui), a possibilidade de seguir seus autores favoritos e organizar contos e outras leituras em várias bibliotecas. São plataformas mais confortáveis para escrever que para ler, especialmente por serem online e a internet nem sempre estar disponível em lugares como ônibus e salas de espera. Mesmo assim, não deixa de ser uma opção.

Além disso, existem várias revistas literárias que são gratuitas, como a Trasgo (que recomendo muito), a Pulp Fiction, a Avessa (tenho contos publicados em duas edições), a Fluxo Revista (tenho um conto publicado em uma das edições), entre várias outras.

Também existem alternativas de baixo custo, como o Pacotão Literário (em que você paga o preço que quiser a partir de R$1 e tem acesso a diversos e-books) e, para quem tem cartão de crédito, os próprios e-books da Amazon. Um livro de autor independente dificilmente passa de R$6, e contos avulsos podem ser adquiridos por valores entre R$2 e R$3. (A antologia Trópicos Fantásticos, por exemplo, pode ser adquirida por R$5,99; ou seja, 14 contos por menos que o preço de um lanche).

Para quem está com um pouco mais de dinheiro (ou não tem mas costuma comprar livros mesmo assim), a editora Draco tem várias antologias, como Fantasias Urbanas (que já li e cuja resenha vou postar aqui em breve), Dragões, Excalibur, Medieval (que foi publicada recentemente), dentre várias outras.

E você não precisa ficar só na literatura nacional, se não quiser. Eu recomendo a antologia OPríncipe de Westeros e outras histórias (o conto do Scott Lynch é ótimo) e A Lâmina da Assassina (cuja resenha ainda não postei, mas estará aqui em breve). Neste post, sugeri várias antologias de contos de escritores estrangeiros. Nesta tag, você pode conferir todas as resenhas de contos que eu já fiz.

E também há o sorteio de aniversário do blog: participe e tenha a chance de levar Trópicos Fantásticos ou dois contos meus (O que eu faria se tivesse uma máquina do tempo? e Não-heroína) para ler com conforto no dispositivo que você quiser! Clique na imagem abaixo para saber mais:


Opções não faltam, então basta pegar seu e-reader, seu tablet, seu smartphone (ou o livro, caso também não abra mão do físico) e começar.

Como participar

Participar é bem simples: basta ler um conto por dia. Mas abaixo vou listar algumas sugestões adicionais:
  • Divulgar suas leituras nas redes sociais. A ideia do projeto é valorizar o conto e divulgá-los (como também apoiar seus autores). Pretendo mostrar o que li todos os dias, se eu conseguir, usando as hashtags #umcontopordia e #leiaumconto (para acompanhar, siga do SI&F no Facebook, no Twitter e no Instagram);
  • Avaliar suas leituras. Mesmo quem não tem blog ou vlog pode postar suas avaliações. Tudo é válido: redes sociais, Skoob, Goodreads, Amazon (se você ler um conto no Wattpad ou no Widbook, também seria interessante deixar um comentário dizendo para o autor do que você gostou ou não gostou). Pretendo fazer um post uma vez por semana (ou uma vez a cada quinze dias) reunindo todas as resenhas das leituras do período;
  • Se você tem blog ou site, pode fazer um post sobre o projeto e divulgá-lo entre seus seguidores.

Se você é escritor…

Se você é escritor, pode também participar como leitor, claro. Mas escrever contos é tão interessante quanto lê-los, e um dos objetivos desse projeto é justamente valorizar o contista e estimulá-lo a produzir mais dentro do gênero.

Então aqui vão algumas sugestões:
  • Poste seus contos no Wattpad e no Widbook. No Wattpad, os embaixadores vivem fazendo concursos de contos (confira aqui os de fantasia, os de ficção científica e os de contos em geral), e participar é bem legal (ganhei o segundo lugar com Não-heroína e estou participando do atual concurso de fantasia com Tique-taque). E a Revista BUG acabou de abrir inscrições para o seu concurso, confiram!
  • Participe do Escreva 2016. A ideia é estimular a produção de contos com desafios temáticos. O projeto andou parado por algum tempo, mas foi retomado; confira aqui e aqui como participar. (Eu estou bem atrasada com os temas, e na verdade só fiz um desafio: Vinte minutos para o fim do mundo, para o tema contagem regressiva.)
  • Conheça o EntreContos. Com vários desafios temáticos, o site promove uma competição entre escritores, e o primeiro colocado geralmente ganha um livro como prêmio. Mas a parte mais legal é o feedback que você recebe, o que é ótimo para quem acredita que ainda tem muito a aprender.
  • Publique seu conto de forma independente, ou mande para alguma revista. Você pode publicá-lo na Amazon ou enviar para as revistas que já mencionei. Se não está muito seguro da qualidade de seus contos, eu faço leitura crítica.
  • Fique atento aos concursos literários. Esse blog divulga vários concursos, todos eles sem taxa de inscrição.

O que eu li…

Abaixo, vou listar todos os contos que li ou lerei para o projeto, junto de suas resenhas. A ideia é começar já, e não esperar pelo começo de uma nova semana, um novo ano ou outra data especial. E não tem prazo para parar: você pode fazer isso pelo resto da sua vida, se quiser.

Lista em breve.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...