25 de julho de 2016

Feliz dia do escritor + presente

Mais um ano passou, e mais uma vez estamos em 25 de julho, também conhecido como o dia do escritor (também conhecido como procrastinador). O dia daquele que quase sempre se senta diante do computador após chegar da faculdade ou do trabalho para mais um turno. Daquele que usa tudo o que os outros dizem ou fazem em uma história. Daquele que ama, acima de tudo, contar histórias e fazê-las tomar vida em uma tela ou em um pedaço de papel.

Eu sou um escritor. Tudo o que você disser ou fizer poderá ser usado em uma história.

Ser escritor não é fácil, ao contrário do que muitos pensam. Envolve espremer alguns minutos de um dia cheio para se dedicar a contar histórias. Envolve fazer pesquisas e ter disciplina para evitar a procrastinação. Envolve enfrentar o bloqueio criativo, a página em branco e o cursor piscando para você (leia-se: rindo da sua cara). Envolve revisar e revisar e revisar. E, no caso de escritores independentes, envolve trabalhar em todo o processo de publicação, desde a contratação de profissionais como capistas e revisores até a divulgação. Não que eu esteja dizendo que publicar por meios tradicionais é fácil; mas é aí que eu quero chegar: só pode ser amor verdadeiro!

Na verdade, o amor verdadeiro é dividir o pudim mesmo querendo comê-lo inteiro. Créditos: RYOTiras

Por isso, meus parabéns hoje vão para vocês, que correm atrás de uma editora, ou lutam para conseguir um lugar em meio aos demais escritores independentes, ou que sentam todos os dias na frente do computador (ou quem sabe do papel) para reescrever aquela história até que ela fique digna de ser publicada. Feliz dia do escritor!


Agora, vamos ao que vocês devem estar ansiosos para conferir: o presente que eu preparei para vocês, amigos e colegas escritores.

Não cheguei a comentar nos meus diários de escrita, mas meu principal projeto, O Segredo de Todos os Mundos (agora, A Deusa de Cristal) está passando por replanejamento e reescrita. Quando comecei a escrevê-lo, por volta de 2007-2008, eu não tinha muito critério, e muitas das reescritas que fiz ao longo desses anos foi devido a novas ideias para a caracterização dos personagens, do universo ou do sistema de magia. Assim, decidi que, para não ter de fazer mudanças em coisas já escritas devido a esses motivos, teria fichas bastante detalhadas para personagens, worldbuilding e magicbuilding — e decidi também que seria interessante compartilhar essas fichas com vocês, começando pelas fichas para personagens.

Elaborei dois modelos, um mais simples (que tem duas páginas) e um bastante detalhado, que tem 19 páginas. Estão em formato word, assim você pode preencher à vontade e acrescentar ou remover itens de acordo com as necessidades dos seus projetos (na minha, por exemplo, adicionei uma seção para o sistema de magia, no caso de personagens magos).

As duas fichas foram baseadas em alguns posts que encontrei por aí sobre caracterização de personagens e em algumas fichas mais simples que baixei em blogs ou em grupos de Facebook dedicados à escrita, além de algumas coisas que me vieram à mente e eu julguei importantes.



Esta é a ficha simples, que eu pretendo (e recomendo) usar para personagens secundários ou para personagens de contos onde não há espaço (ou demanda) para uma caracterização detalhada. Claro que você também pode usá-la para protagonistas ou personagens importantes; faça de acordo com as demandas de sua história.




Esta é a ficha detalhada, que eu recomendo usar para protagonistas ou personagens secundários que tenham grande importância em sua história. Se você achar necessário, pode usá-la também para os personagens menos importantes; mais uma vez, é necessário estudar as demandas da história que você está escrevendo.

Espero que vocês, escritores, gostem do presente. ainda não terminei as fichas para worldbuilding e magicbuilding, mas pretendo compartilhá-las também quando estiverem prontas (prometo não fazê-los esperar pelo dia do escritor do ano que vem para isso, hahaha).

Não tive tempo hábil para elaborar um conto especial para o dia (como sempre, lembrei em cima da hora), mas vocês podem ficar com O Contador de Histórias, que foi publicado na comemoração desta mesma data do ano passado, e Tique-taque, que postei ontem no Wattpad e também tem Loranna como protagonista.

Agora que vocês têm as fichas, que tal comemorar esse dia escrevendo?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...