6 de abril de 2016

Resenhando contos #7 | Contos lidos na 9ª Maratona Literária MeL

Durante o feriado da páscoa, aconteceu a 9ª edição da Maratona Literária do Me Livrando. O tema foi livre e eu pretendia ler alguns dos muitos contos que acumulo devido às promoções gratuitas da Amazon, mas não fui tão produtiva quanto esperava.

Entretanto, gostei do pouco que li: o conto Cidadão Zero, da Gabrielle Erudessa, alguns capítulos de Verdadeiros Gigantes e um conto da 9ª edição da Revista Trasgo, Sobre o Ar e o Fogo, da Paola Siviero. A resenha de Verdadeiros Gigantes sairá em breve, assim como a de Sobre o Ar e o Fogo, assim que eu terminar a leitura dos outros contos da revista, para postar sobre todos juntos.

Então hoje trago as resenhas de Cidadão Zero e de Aquarela de Sangue, do Renan Santos, que ganhei no sorteio final da maratona.

Título: Cidadão Zero (Cães de Caça #1)
Autor: Gabrielle Erudessa
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 32
Sinopse: Me chamam na galáxia de Chapeuzinho Vermelho. Meu nome real não interessa.
Interessa que alguém matou Capuz Amarelo, a neta do líder no tráfico de armas, drogas e pessoas da galáxia, Lenhador.
O idiota que fez isso tem, provavelmente, a maior quantidade de grana sendo oferecida por sua cabeça que qualquer Caçador de Recompensas que se preze já viu ou ouviu falar.
E essa grana toda vai ser minha. Não estou na lista de "Caçadores de Recompensas Mais Temidos de Floresta Negra" à toa.


A narrativa tem alguns deslizes, algumas frases que podiam ser melhor formuladas. Além disso, conta muito, a todo momento interrompendo a narrativa para dar detalhes sobre como funcionam as coisas no universo criado pela autora. Isso fez com que a leitura demorasse a engrenar, mas logo superei o problema e, no fim, acabei gostando muito da história. A trama é boa e o universo, muito interessante, com os vários personagens inspirados em contos de fadas. Gostei da protagonista, Chapeuzinho Vermelho, que é uma caçadora de recompensas, e de seus objetivos egoístas, e também de Vovó, que é apresentada como uma velha durona e que não se deixa abater pela idade. Só senti que os outros personagens ficaram muito em segundo plano, em especial o vilão (o Lobo Mau, claro); achei que eles mereciam uma caracterização melhor. Mas o final me pegou de surpresa e terminou deixando um gancho para possíveis continuações, pelas quais aguardo ansiosamente.



Título: Aquarela de Sangue
Autor: Renan Santos
Ano de publicação: 2016
Número de páginas: 30
Sinopse: Daniel tem um talento único. Ele pinta belas aquarelas. Mas as imagens retratadas nelas acabam se tornando reais. Tão reais quanto o sangue em suas telas.

Aquarela de Sangue tem uma excelente narrativa, daquelas que equilibram os detalhes na medida certa: nem demais e nem de menos. Desse modo, consegui me sentir dentro da história. Uma excelente história, aliás. Como é um conto, já somos apresentados a um mistério logo nos primeiros parágrafos. Um mistério interessante, embora desvendar o mecanismo por trás dele não seja o foco. Não que isso se constitua em um defeito: há coisas que não devem ser explicadas, ou a história acaba perdendo a graça. O conto tem três personagens com ponto de vista e, para uma história curta, eles foram bem trabalhados. Em poucas palavras não há espaço para explorar profundamente cada um deles, mas, ainda assim, senti que são pessoas reais, com desejos, medos e anseios. Os diálogos são cheios de gírias, o que empresta um toque de realidade às falas, mas sem quebrar a fluidez da narrativa. O final veio no tempo certo, sem se alongar demais e sem ficar com ar de incompleto. Apenas o suficiente para atiçar a imaginação do leitor. Em resumo, foi um conto excelente e do qual gostei muito. Definitivamente, recomendo!



E vale lembrar que Renan Santos tem o conto O Devorador de Mentes publicado na antologia Trópicos Fantásticos, e inclusive Aquarela de Sangue é dedicado à Lara Bittencourt, protagonista de O Devorador de Mentes. E Gabrielle Erudessa foi quem fez a capa de Trópicos e de Aquarela (e também do próprio conto)!

***


E são essas as recomendações de hoje! Espero que minhas resenhas tenham despertado seu interesse nos contos, e as resenhas das demais leituras, como já mencionado, serão liberadas em breve, para a alegria de seus autores.

Para quem tem interesse, as próximas edições da Maratona Literária do Me Livrando já têm data e tema: a décima edição, prevista para o dia 21 de abril, terá duração de 48h e terá como tema a Darkside, essa editora que surgiu recentemente e tem publicado alguns livros interessantes de fantasia, tendo conquistado muitos fãs, e a décima primeira edição terá como tema livros infanto-juvenis e está prevista para a segunda metade de maio. Se tiverem interesse em participar, é só entrar no grupo do Me Livrando, onde acontecem as maratonas, que têm uma interação bem legal.

Um comentário :

  1. Valeu pela resenha :D E que bom que gostou dos diálogos, foi a parte que escrevi com mais carinho :)
    Ainda tenho que ler o conto da Gabrielle. Está na minha lista faz tempo.

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...