1 de novembro de 2014

Viagens de Agosto, Setembro e Outubro de 2014


Contos

O conto narra eventos ocorridos antes do início de Herdeiros de Atlântida, primeiro volume da saga Filhos do Éden. Apresenta-nos alguns dos personagens da trilogia e um esboço de sua trama. É um conto curto e, a meu ver, tem um ritmo acelerado demais, deixando de passar a emoção da aventura.






Leia também:

Livros

Agosto


Fahrenheit 451 já estava há bastante tempo em minha lista de leitura, mas não iria lê-lo tão cedo. Até que li sua resenha no blog Horrorshow e, de tão bem feita que estava, convenceu-me a furar minha fila de leitura (não que eu não tenha feito isso outras 12 vezes esse ano). Comecei a lê-lo no começo do mês e terminei no mesmo dia. O autor possui um estilo de escrita diferente, sem se prender a detalhes irrelevantes ou descrições maçantes (aliás, gostei muito da maneira como ele descreve as pessoas e os ambientes, na resenha comentarei mais sobre o assunto). Apesar disso, a narrativa me prendeu do início ao fim.

Ganhei A Cidade do Fogo Celestial de presente de aniversário e, tão logo consegui, iniciei sua leitura. A conclusão da saga Os Instrumentos Mortais foi satisfatória: bom enredo, bons personagens (que cresceram ao longo da saga, especialmente Clary, a protagonista), uma boa exploração do mundo e um ótimo final. Apresentou diversas reviravoltas e também algumas surpresas.





Setembro


Apesar de parecido com O Senhor dos Anéis, O Olho do Mundo traz uma boa leitura, com um universo bastante rico e detalhado, cenas bem construídas e muito interessantes e um bom final, que reserva ao leitor uma surpresa muito interessante. Como em breve publicarei sua resenha, não falarei muito mais sobre o livro.

O início de A Vilashi e os Dragões, primeiro volume da série Almakia, é bastante simples e não impressiona muito, mas a partir de determinado momento começa a ficar melhor e Lhaisa Andria nos impressiona com uma trama interessante e bem construída, cheia de reviravoltas. Porém, a escrita e a caracterização de personagens precisa de um pouco de amadurecimento. Em breve publicarei a resenha, e vocês saberão um pouco mais sobre o livro.



Outubro


O Ciclo da Morte apresenta uma narrativa rápida e conflitos de fácil resolução; os poucos detalhes da narrativa deixam a história com um ar vago, passando a sensação de que falta alguma coisa. Porém, a trama é bastante interessante e bem arquitetada. Os personagens, apesar de não tão bem explorados, são interessantes, e o final, ainda que um tanto corrido, apresenta algumas surpresas. Em resumo, O Ciclo da Morte, primeira obra de Thais Lopes, traz um enredo interessante, mas sua escrita ainda precisa de amadurecimento.

Dias de Sangue e Estrelas, assim como o primeiro volume, tem um início lento, em que a história parece não sair do lugar. Mas no final o ritmo se acelera e temos várias reviravoltas, com um bom gancho para o último volume da trilogia. Em breve publicarei a resenha, na qual falarei em maiores detalhes sobre o livro; leia a resenha do primeiro volume.

Não foram tantos livros e também gostaria de ter lido mais contos, mas foram todas boas leituras e nenhuma me decepcionou.

E quanto a vocês, o que andaram lendo nos últimos meses? Comentem!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...