8 de novembro de 2014

642 coisas sobre as quais escrever | Desafio #1

642 coisas sobre as quais escrever é um desafio que foi criado em 24h por 35 escritores, que se juntaram para formar o grupo The Grotto em São Francisco. A intenção era juntar mais e mais escritores, formando uma conexão de inspiração.


Os desafios podem ser feitos na ordem, ou escolhidos aleatoriamente. Eu decidi fazê-los na ordem, e hoje trago o resultado do primeiro desafio.

1 - Descreva sua aparência física (na terceira pessoa) como se você fosse um personagem de livro.

Observou-a discretamente, com curiosidade. Ela estava em silêncio, sentada sobre o banco da praça, mas às vezes uma pessoa ou outra lhe dirigia um rápido olhar, curiosa para decifrar as palavras que formavam o título do livro que apoiava sobre seus joelhos; era a mesma curiosidade que a levava a observar. Seus traços demonstravam que estava absorta em qualquer que fosse a história de seu livro. Os olhos escuros corriam de uma linha a outra, apreciando a história. Os lábios vez ou outra se contorciam em um sorriso, divertindo-se com o livro. Os cabelos curtos tinham um ar bagunçado que era comum entre aqueles que tinham cabelos cacheados, mas aquilo tornava sua aparência mais interessante. Como os olhos, eram castanho escuros. Eram todos traços comuns, mas que de alguma forma lhe caíam bem. Estudando-a, a outra soube que era o tipo de pessoa que conseguia demonstrar sua beleza se, precisar de maquiagem ou qualquer outro tipo de enfeite. Como ela gostava de pensar, menos é mais. As roupas também eram simples (calça jeans e camiseta), mas pareciam adequadas para um passeio em uma praça. De alguma forma, demonstravam que aquela era a maneira como ela gostava de se vestir, e não que as tinha escolhido por praticidade.

Uma parte de sua mente — aquela que sempre tinha uma nova pergunta para ser averiguada — a compelia a deixar seu canto discreto e indagar-lhe o título do livro; ele parecia ser realmente muito bom. A outra parte de sua mente, porém, a fazia hesitar. Se o modo como se comportava servia para dizer alguma coisa, ela decerto não gostaria de ter sua leitura interrompida por uma mera curiosa. Mas ambas as partes concordavam que talvez as duas tivessem algo em comum.


Se vocês leram com atenção, perceberam que me descrevi sob o ponto de vista de outra pessoa — na realidade, a personagem favorita de um livro que escrevi. Às vezes me pego tentando imaginar o que meus próprios personagens pensariam de mim; vi esse exercício como uma oportunidade para descobrir.

Ademais, não falei muito sobre mim. Na realidade, gosto de ser misteriosa, e acredito que escrever esse trecho sob o ponto de vista de outra pessoa consegui passar essa sensação. É assim que acredito que as pessoas me veem, com curiosidade. Não foram poucas as vezes que me interromperam enquanto eu lia em público querendo saber por que eu leio tanto.

3 comentários :

  1. Oi, flor!
    Há quanto tempo não apareço por aqui, hm? (rs) Adorei vir e descobrir esse novo layout, que ficou lindo! Adorei esse desafio. A sua autodescrição foi legal! Por vezes observo as pessoas assim também, mas é interessante fazê-lo sendo esta pessoa você mesmo. :)

    Beijos, flor!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do layout!
      No começo não sabia muito bem o que escrever para esse desafio, mas então tive essa ideia e gostei. Observar as pessoas discretamente é interessante mesmo, especialmente para quem escreve.
      Abraço!

      Excluir
  2. Fiz hoje meu primeiro texto do desafio.
    Amei seu texto descritivo.

    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...