21 de agosto de 2013

Magia: aprendizado e estudo

Em outro post, falei um pouco sobre como costumo abordar a magia em meus livros e contos, e fiz um rápido resumo sobre como funcionam os feitiços e a própria magia em si.

Leia também:
Porém, para lançar feitiços, os personagens em questão precisam, primeiro, estudar muito (ao menos é assim em A Batalha das Fraternidades), e esses estudos são divididos em etapas. São cinco etapas, denominadas níveis, em que o quinto é o mais básico e o primeiro é o mais complexo. Cada nível abrange determinadas capacidades e habilidades que, caso adquiridas, tornarão o bruxo apto a passar para o nível seguinte.

A divisão em níveis de aprendizado não é arbitrária. Conforme o bruxo treina sua mente para adquirir as habilidades em questão, ele a transforma, moldando a parte de sua mente reservada à manipulação da magia. Esta moldagem torna a mente do bruxo capaz de aprender novas habilidades, por tê-la transformado. Sempre que a mente de um bruxo sofre uma grande alteração, ele é capaz de senti-la (às vezes, outros bruxos que estão ao redor, como por exemplo seu mentor, também podem), e alguns magos chamam isto de passagem de nível.

Como quase todos os bruxos desenvolvem suas mentes de maneiras semelhantes, é possível prever que habilidades devem ser ensinadas a um bruxo para que este transforme sua mente, por isso os magos responsáveis por ensinar a magia e os feitiços nomearam cada uma dessas transformações, chamando-as de níveis.

Completados os cinco níveis (sendo que, após alcançar o nível mais complexo, restam ainda algumas habilidades a serem aprendidas, embora tão complexas e tão obscuras que poucos se dão ao trabalho de aprendê-la), diz-se que o bruxo está, então, completo, ao menos no que diz respeito à Magia Branca.

Para se aprender Magia Negra, é necessário passar por cinco outros níveis. A Magia Negra não é mais complexa que a Magia Branca (ambas exigem exatamente o mesmo empenho), contudo, por ser mais intrusiva e modelar coisas que muitas vezes não deveriam ser alteradas (como por exemplo a morte), exige que a mente já treinada seja remodelada. É como se o bruxo tivesse de reaprender.

Existe também a Magia Negra avançada — e esta sim é mais complexa —, contudo, aprendê-la é bastante perigoso, requer muita atenção, cuidado e dedicação, e são muito poucos aqueles que se atrevem a reproduzir o que lhes é ensinado. Muitos bruxos temem realizar determinados feitiços e optam por não estudar esse tipo de magia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...