1 de agosto de 2013

Leituras de Julho de 2013

Tenho, a seguir, a lista de livros que li em julho de 2013 (na ordem de leitura, e não na ordem de preferência), e uma breve impressão sobre eles. Futuramente, publicarei suas resenhas aqui no blog.

Como em julho estava de férias, imaginei que teria tido mais tempo para ler, contudo, enganei-me, então não acabou dando tempo de ler tudo o que queria ter lido (embora tenha muita coisa que eu desejo ler):

O Temor do Sábio

(Patrick Rothfuss)

Sinopse (Skoob): Quando é aconselhado a abandonar seus estudos na Universidade por um período, por causa de sua rivalidade com um membro da nobreza local, Kvothe é obrigado a tentar a vida em outras paragens. Em busca de um patrocinador para sua música, viaja mais de mil quilômetros até Vintas. Lá, é rapidamente envolvido na política da corte. Enquanto tenta cair nas graças de um nobre poderoso, Kvothe usa sua habilidade de arcanista para impedir que ele seja envenenado e lidera um grupo de mercenários pela floresta, a fim de combater um bando de ladrões perigosos. Ao longo do caminho, tem um encontro fantástico com Feluriana, uma criatura encantada à qual nenhum homem jamais pôde resistir ou sobreviver – até agora. Kvothe também conhece um guerreiro ademriano que o leva a sua terra, um lugar de costumes muito diferentes, onde vai aprender a lutar como poucos. Enquanto persiste em sua busca de respostas sobre o Chandriano, o grupo de criaturas demoníacas responsável pela morte de seus pais, Kvothe percebe como a vida pode ser difícil quando um homem se torna uma lenda de seu próprio tempo.

Avaliação: 5 estrelas.

O que eu achei: Excelente. Um dos melhores livros que li neste ano. Certamente, ganhou um lugar dentre os favoritos. Talvez tenha até mesmo superado o primeiro volume, O Nome do Vento. Eu virava as páginas avidamente, precisando saber o que aconteceria a seguir. A forma como tudo nos é apresentado — as reviravoltas, as diferenças entre cada cultura existentes no mundo criado pelo autor, a magia em si — é incrível. É quase impossível descrever em palavras o quão bom é esse livro. E Kvothe, certamente, é um de meus personagens favoritos: inteligente e com curiosidade insaciável, vive se metendo em encrencas e está sempre disposto a aprender algo novo. Estou ansiosíssima pela conclusão da saga.

Insurgente

(Veronica Roth)

Sinopse (Skoob): Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.

Avaliação: 3 estrelas.

O que eu achei: Este volume é cheio de ação, muito mais agitado que o anterior, Divergente. Alguns personagens são apresentados ao leitor de maneira mais aprofundada, assim como o próprio mundo em que se passa nos é mostrado conforme Tris e seus amigos passam pelas sedes de todas as cinco facções e aprendem um pouco sobre seus costumes e crenças. O final foi inesperado e me deixou desesperada para saber o que acontece no terceiro e último volume. O único ponto negativo foi Tris, a protagonista, que a todo o momento lamentava e se sentia culpada por alguns acontecimentos no final do livro anterior, algo que chegou a ser irritante. No mais, o livro me prendeu do início ao fim.

A Elite

(Kiera Cass)

Sinopse (Skoob): A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.

Avaliação: 3 estrelas.

O que eu achei: Este volume, em minha opinião, está no mesmo nível que o anterior, A Seleção: nem melhor, nem pior. Os mistérios em relação aos rebeldes prendem o leitor, assim como a análise do personagem Maxon (pois, sob o ponto de vista de America, a protagonista, não temos como saber exatamente quais são suas crenças e o que ele almeja para o país e para sua futura esposa, o que acaba sendo interessante). Contudo, America me pareceu um tanto indecisa demais: ora parecia decidida a ficar com Maxon, ora corria para os braços de Aspen, e isto acabou ficando um tanto repetitivo. No mais, o livro é muito interessante, especialmente por revelar alguns segredos a respeito da história do país, Illea, e da família do rei.

A Arma Escarlate

(Renata Ventura)

Sinopse (Skoob): O ano é 1997. Em meio a um intenso tiroteio, durante uma das épocas mais sangrentas da favela Santa Marta, no Rio de Janeiro, um menino de 13 anos descobre que é bruxo. Jurado de morte pelos chefes do tráfico, Hugo foge com apenas um objetivo em mente: aprender magia o suficiente para voltar e enfrentar o bandido que está ameaçando sua família. Neste processo de aprendizado, no entanto, ele pode acabar por descobrir o quanto de bandido há dentro dele mesmo.

Avaliação: 3 estrelas.

O que eu achei: Acredito que agradará a alguns fãs de Harry Potter, pois as referências a esta saga estão por todo o livro — tanto no processo da descoberta e introdução do protagonista, Hugo Escarlate, ao mundo da magia, quanto as citações a respeito de uma escola na Grã-Bretanha e à publicação de um livro sobre o mundo bruxo, dentre outras pequenas menções. Ademais, Hugo é um personagem que conquista a simpatia do leitor, com sua mania de dizer as coisas antes de medir as palavras e sua personalidade forte. Ele comete seus erros e se mete em encrencas — grandes encrencas — e seu sentimento de remorso e desejo de consertar tudo, além de suas relações com amigos e colegas e todos os problemas que um menino da favela enfrentaria o tornam mais real. Além disso, notei que a autora tem o costume de escrever as falas dos personagens exatamente da maneira como uma pessoa falaria na vida real (com direito a gírias e erros de concordância), o que achei bastante interessante, uma vez que isto torna os personagens mais reais e ressalta as diferenças entre eles, a depender de sua idade e região ou país de onde vem. Reparei também que existe uma crítica à forma como o nosso sistema educacional funciona (e chegou até mesmo a extrapolar isto para a nossa vida, a forma como as pessoas agem no dia-a-dia). Minha única decepção foi que a autora não explorou tanto o mundo da magia, embora acredite que fará isso nos volumes subsequentes, devido às pontas soltas que foram deixadas — e, pelo que pude perceber, há muito o que ser explorado.


Estes são breves resumos de minha opinião sobre os livros que li este mês. Em breve, pretendo publicar resenhas, pois esses resumos nem de longe expressam tudo o que senti lendo esses livros. Nesses últimos tempos, andei tendo leituras muito agradáveis, e espero, neste segundo semestre de 2013, também encontrar livros muito bons (aliás, sintam-se à vontade para deixarem recomendações nos comentários).

4 comentários :

  1. Ainda não li O Temo do Sábio, mas Adorei o Nome do Vento. Assim que puder vou tirá-lo da estante de começar a ler :)

    Gostei bastante do seu blog e o estou seguindo.
    Se puder passa lá no meu também.

    Beijooos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O Temor do Sábio" é realmente muito bom! Obrigada por seguir meu blog; estou seguindo o seu também, pois adoro fantasia e mitologia!

      Beijo

      Excluir
  2. Marquei seu Blog em um selo de reconhecimento : O Selo - The Versatile Blogger Award.

    http://cladoslivros.blogspot.com.br/2013/08/o-selo-versatile-blogger-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por marcar meu blog!
      Beijo

      Excluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...